Nota da Funai sobre a situação envolvendo o povo Enawenê-nawê

A Funai repudia qualquer forma de violência como meio de manifestar posicionamento ou opinião. No último sábado (24), o indígena do povo Enawenê-nawê, Daliameali, foi baleado em um conflito com moradores do município de Brasnorte, estado do Mato Grosso.

 

Os indígenas ocupavam uma ponte sobre o rio Juruena, na MT-170, entre Brasnorte e Juína, em protesto pelo não cumprimento de um acordo entre eles e o governo do estado, quando houve o conflito. O acordo consistia na recuperação da estrada de acesso à aldeia.

 

Na tarde de domingo (25), os indígenas foram levados pela Funai de volta à terra indígena, a fim de evitar outros confrontos.

 

A Funai informa que vem acompanhando a situação do povo Enawenê-nawê e que acredita e trabalha no sentido de promover o diálogo entre o povo indígena, a sociedade e os poderes municipais e estadual para solucionar os problemas na região.

 

Fundação Nacional do Índio - Funai

Brasília-DF, 26 de outubro de 2015.

Destaques

class="O futebol é o momento de construir a paz, uma paz que a gente precisa", disse o técnico da recém-fundada Seleção Indígena de Futebol do Brasil e das Américas (SIFBA), José Geraldo Tremembé. Dirigentes da seleção se...

Yanomami Ajarani2 - mario vilelaApós quatro anos, as bases de proteção etnoambiental (Bape) da Terra Indígena (TI) Yanomami serão reabertas. A ação é significativa para o combate ao imenso garimpo ilegal, que tem prejudicado o ecossistema da região, a...

class="A vida na saúde, a vida na luta pela vida, para mim é um prazer muito grande", declara a primeira mulher indígena a dirigir a Secretaria Especial de Saúde Indígena. Nesta entrevista, Sílvia Nobre Waiãpi fala sobre seu...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05