Nota da Funai sobre a situação envolvendo o povo Enawenê-nawê

A Funai repudia qualquer forma de violência como meio de manifestar posicionamento ou opinião. No último sábado (24), o indígena do povo Enawenê-nawê, Daliameali, foi baleado em um conflito com moradores do município de Brasnorte, estado do Mato Grosso.

 

Os indígenas ocupavam uma ponte sobre o rio Juruena, na MT-170, entre Brasnorte e Juína, em protesto pelo não cumprimento de um acordo entre eles e o governo do estado, quando houve o conflito. O acordo consistia na recuperação da estrada de acesso à aldeia.

 

Na tarde de domingo (25), os indígenas foram levados pela Funai de volta à terra indígena, a fim de evitar outros confrontos.

 

A Funai informa que vem acompanhando a situação do povo Enawenê-nawê e que acredita e trabalha no sentido de promover o diálogo entre o povo indígena, a sociedade e os poderes municipais e estadual para solucionar os problemas na região.

 

Fundação Nacional do Índio - Funai

Brasília-DF, 26 de outubro de 2015.

Destaques

class=

O povo Arara Shawãdawa da Terra Indígena Arara do Igarapé, interior do Acre, agora pode contar com a energia solar para se beneficiar dos derivados do cocão, palmeira da região do Juruá.

 

class=O governo do Estado do Rio de Janeiro publicou na última sexta-feira (12) o Decreto nº 46.218, que institui o Conselho Estadual dos Direitos Indígenas (Cedind), sem aumento de despesa. O órgão colegiado permanente tem...

class=Desde que assumiu a presidência da Funai, em julho de 2017, o presidente Franklimberg de Freitas tem atuado de forma capaz e eficiente para garantir os direitos e melhorar a qualidade de vida dos mais de um milhão de indígenas...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05