Funai confirma existência de novo grupo de índios isolados no Vale do Javari (AM)

isolados2Uma nova comunidade de índios isolados foi localizada pela Frente de Proteção Etnoambiental da Funai no Vale do Javari. A existência do grupo foi confirmada durante sobrevôo realizado em abril deste ano, com apoio do Centro de Trabalho Indigenista (CTI). A expedição aérea avistou três clareiras com quatro grandes malocas no total.

 

Segundo o coordenador da Frente do Vale do Javari, Fabricio Amorim, que identificou as clareiras por satélite antes da realização do sobrevoo, "os métodos, diretrizes e normas que guiam esse trabalho de identificação e proteção de isolados faz parte de uma política pública do Estado brasileiro. Para a confirmação de uma referência como essa, são necessários anos de trabalho sistemático e metódico, com realização de pesquisas documentais, expedições e análises de imagens de satélite, explica".

 

Segundo ele, "a roça, bem como as malocas, são novas, datadas de no máximo um ano. O estado das palhas usadas na construção, e a plantação de milho indicam isso. Além do milho, havia banana e uma vegetação rasteira que parecia ser amendoim, entre outras culturas", relata. As observações preliminares apontam que esse grupo pode pertencer à família linguística Pano. Até o momento da confirmação, a presença desses índios isolados era apenas uma referência "em estudo", pois havia relatos de sua existência, sem informações conclusivas sobre a exata localização e características da comunidade.

 

"Na Terra Indígena Vale do Javari há um complexo de povos isolados considerado como a maior concentração de grupos isolados na Amazônia e no mundo", avalia Amorim. "Entre as principais ameaças à integridade desses grupos estão a pesca ilegal, a caça, a exploração madeireira, o garimpo, atividades agro-pastoris com grandes desflorestamentos, ações missionárias e situações de fronteira, como o narcotráfico. Outra situação que requer cuidados é a exploração de petróleo no Peru, que pode refletir na Terra Indígena do Vale do Javari".

 

Referências – Oficialmente, a Funai reconhece a existência de 14 referências de índios isolados no Vale do Javari. Esse levantamento, no entanto, está em reformulação e o número pode aumentar. Atualmente há oito grupos de índios isolados com malocas, roças e tapiris já localizados por sobrevôo ou por expedições terrestres.

 

Entre os anos 2006 e 2010, foram localizados mais de 90 indícios da ocupação territorial desses grupos, como roças, tapiris e malocas. Essas observações apontam para a existência de uma população de aproximadamente 2 mil pessoas na Terra Indígena do Vale do Javari. Nessa última referência confirmada, estima-se que haja cerca de 200 pessoas, no conjunto de quatro malocas.

Destaques

class=Os povos Krahô e Xerente reforçaram a proteção em suas Terras Indígenas contra o contágio do coronavírus. Confecção de máscaras de tecido, instalação de barreiras sanitárias e plantio de roças coletivas estão entre...

class=Os ministérios da Saúde e da Defesa realizam a terceira e última etapa da Missão Xavante para reforçar o combate à Covid-19 em comunidades indígenas da região Centro-Oeste. A missão, que tem o apoio da Fundação...

class=Ao completar 1 ano no cargo, o presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, soma avanços ao encerrar longos processos de negociação e disputa judicial. Nos últimos 12 meses, a fundação viabilizou,...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05