Funai lança Campanha Abril Indígena

 

Lancamento Campanha Abril Indigena-Foto MarioVilela Funai-163Combater o preconceito e a discriminação contra indígenas é o objetivo da Campanha Abril Indígena, lançada pela Fundação Nacional do Índio na noite desta segunda-feira (07) no Memorial dos Povos Indígenas em Brasília – DF. A mobilização ocorre durante todo o mês de abril e tem enfoque na difusão de informações sobre quem são os indígenas brasileiros por meio de material gráfico e audiovisual, que pode ser conferido no portal da Funai e no Facebook (www.facebook.com/funaioficial).

 

A Campanha também engloba uma exposição de artesanato indígena e fotografia na sede da Funai. Aberta ao público, a exposição pode ser visitada das 09h às 18h.

 

 

 

 

 

Slogan

 

O Brasil de urucum – A diferença é a nossa riqueza é o slogan da Campanha, escolhido por meio de concurso cultural entre os servidores da Funai. Foram enviadas 130 propostas de servidores de todas as partes do Brasil, que tiveram como tema a proteção e promoção ao direito dos povos indígenas.

 

Lancamento Campanha Abril Indigena-Foto MarioVilela Funai-136        Lancamento Campanha Abril Indigena-Foto MarioVilela Funai-140

 

 

 

 

  

Assista o vídeo da Campanha e compartilhe!

 

Veja os cartazes da Campanha!

 

Fotos da cerimônia de Lançamento da Campanha Abril Indígena

 

Confira a programação da Campanha

 

 

 

 

Destaques

class=

Um lugar onde se planta e colhe frutos - um pomar. Em língua xavante, Abahi Tebrezê é o nome do projeto abraçado há dois anos pelas mulheres indígenas Xavante, da Terra Indígena (TI) Pimentel Barbosa, MT. Trata-se de uma ação de resgate do conhecimento tradicional, a partir da revitalização do cultivo de batatas nativas. A ideia é, a longo prazo, amenizar - e até reverter - efeitos negativos das mudanças nos hábitos alimentares e a sedentarização causada pela introdução de alimentação industrializada na comunidade.

 

class=

O Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGen) deu ganho de causa ao povo Ashaninka no julgamento de um ato de infração da empresa Tawaya por usar indevidamente o conhecimento tradicional dos indígenas na fabricação...

class=Financiado com recursos do Banco Mundial, o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II distribuiu R$ 1,2 milhão para atividades produtivas em dez aldeias da Baixada Santista nos últimos quatro anos. O...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05