Funai e Ministério da Saúde pactuam ações para a proteção de índios isolados

Reuniao Ministerio Saude Indios Isolados-Foto MadeleyneMachado (3)A reunião entre a Fundação Nacional do Índio e o Ministério da Saúde ocorreu na última sexta-feira (18) no Ministério da Saúde, entre o ministro da saúde, Arthur Chioro, e a presidenta da Fundação Nacional do Índio - Funai, Maria Augusta Assirati. Participaram do encontro o secretário da Secretaria Especial de Saúde Indígena - Sesai, Antônio Alves, o sertanista José Carlos Meirelles, assessor da Secretaria Indígena da Secretaria Especial do Meio Ambiente do governo do estado do Acre, o médico da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), Dr. Douglas Rodrigues, representantes da Secretaria de Vigilância em Saúde do Ministério, além do coordenador geral de índios isolados e recém contatos da Funai, Carlos Travassos.

 

Na pauta, as próximas ações que devem ser adotadas pela Funai em parceria com o Ministério da Saúde, em caso de retorno dos isolados do Alto Rio Envira. No último dia 26 de junho, o grupo estabeleceu contato com indígenas do povo Ashaninka da aldeia Simpatia, na Terra Indígena Kampa, onde estavam presentes servidores da Frente de Proteção Etnoambiental (FPE) Envira da Funai. Na ocasião, a Fundação, com apoio da Sesai, deu início à execução de um plano de contingência para proteção dos indígenas. "Esse plano precisa ter prosseguimento. Nossas equipes devem estar preparadas para agir, caso o grupo volte ao local e demande ou precise de qualquer tipo de apoio", destacou a presidenta da Fundação durante a reunião.

 

Durante o contato estabelecido pelos indígenas, todo o grupo contraiu gripe, tendo recebido pronto atendimento médico da equipe de indigenistas, sertanistas, e profissionais de saúde que estava no local. Contudo, essa situação é preocupante, pois "como eles têm pouquíssima imunidade, o quadro poderia ter evoluído para uma pneumonia, colocando-os em risco de morte. Além disso, temíamos que o grupo do contato, composto por sete indivíduos, pudesse contagiar os demais integrantes de seu povo ao voltar gripado para a aldeia onde residem. Tivemos êxito, pois agimos na hora certa e conseguimos medicá-los antes de um eventual agravamento do quadro", relatou Dr. Douglas, médico que prestou atendimento aos indígenas na ocasião. A equipe da FPE Envira e o sertanista José Carlos Meirelles vinham acompanhando a aproximação dos índios isolados desde o dia 13 de junho. Por isso, foi possível adotar rapidamente medidas para a proteção do grupo.

 

Durante a reunião, ficou pactuado que as equipes da Funai e do MS retornarão à área no próximo mês para vacinar contra a gripe o maior número possível de indígenas desse grupo. Para o Dr. Douglas, "chegando a tempo e montando uma estrutura, é possível ter um resultado positivo".

 

Para o ministro Chioro, em casos como este, onde a situação é extraordinária, é importante estabelecer estratégias em parceria com a Funai, bem como ter equipes preparadas para prestar os serviços de saúde e também para estabelecer uma relação adequada com a população indígena. "É preciso que tenhamos mais gente envolvida e capacitada para prestar atendimento aos indígenas, em especial nestes casos de emergência, como o que aconteceu agora no Acre", enfatizou Chioro.

 

Os órgãos presentes voltaram a ressaltar a importância de estabelecer um processo de formação em indigenismo para profissionais de saúde. Nesse sentido, uma ação que será imediatamente implementada é a publicação da portaria interministerial que estabelece estratégias e protocolos para casos de atendimento aos indígenas de recente contato, e casos de atendimentos emergenciais em situações de contato.

 

Destaques

class=A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) de Minas Gerais lançou, nesta terça-feira (28/6), o edital Premiação das Festas Tradicionais das Comunidades Indígenas ou Grupos Tribais. As comunidades indígenas do estado têm até...

class=No dia 17 de junho, o governo do estado de São Paulo, por meio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU), realizou a entrega de 12 novas unidades habitacionais ao povo indígena Guarani da Aldeia Capoeirão,...

class=De 13 a 17 de junho, foi realizado o quinto e último módulo do Curso Básico de Formação em PNGATI para o Cerrado, na sede da Funai, em Brasília – DF.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05