Publicados decretos de homologação de quatro terras indígenas e de criação do Conselho Nacional de Política Indigenista

indios TikunaOs decretos de homologação de quatro terras indígenas e de criação do Conselho Nacional de Política Indigenista (CNPI) foram publicados, nesta sexta-feira (18), no Diário Oficial da União (DOU). As medidas foram anunciadas pela presidenta Dilma Rousseff durante a 1ª Conferência Nacional de Política Indigenista, realizada esta semana, em Brasília.

 

As quatro terras homologadas são do estado do Amazonas: Terra Indígena Arary, localizada no município de Borba, destinada à posse permanente do grupo indígena Mura; Terra Indígena Banawá, municípios de Canutama, Lábrea e Tapauá, destinada à posse permanente do grupo indígena Banawá; Terra Indígena Cajuhiri-Atravessado, localizada no município de Coari, destinada à posse permanente dos grupos indígenas Miranha, Cambeba e Tikuna; e Terra Indígena Tabocal, município de Careiro, destinada à posse permanente do grupo indígena Mura.

 

O Conselho Nacional de Política Indigenista, criado pelo Decreto nº 8.593, de 17 de dezembro de 2015, no âmbito do Ministério da Justiça, substitui a atual Comissão Nacional de Política Indigenista (CNPI). O novo órgão colegiado manterá a mesma sigla e terá caráter consultivo, porém com maior representatividade, sendo responsável pela elaboração, acompanhamento e implementação de políticas públicas voltadas aos povos indígenas.

 

O CNPI será composto por quarenta e cinco membros, observando a paridade de voto entre o Poder Executivo federal e os povos e organizações indígenas e entidades indigenistas, sendo quinze representantes do Poder Executivo federal, todos com direito a voto; vinte e oito representantes dos povos e organizações indígenas, sendo treze com direito a voto; e dois representantes de entidades indigenistas sem fins lucrativos que atuem a mais de cinco anos na atenção e no apoio aos povos indígenas em nível nacional, com direito a voto.

 

Veja abaixo a composição da antiga CNPI e a composição do novo Conselho (à direita)

tabelaDOU

Acesse os decretos publicados no DOU. Clique aqui.

 

Texto: Ana Heloísa d'Arcanchy/Funai

Destaques

class=A Associação de Mulheres Indígenas Jenipapo-Kanindé (AMIJK)realizou, entre os dias 16 e 18 de junho, o quarto e último módulo da "Formação de Cineastas Indígenas – Um olhar etnográfico". O projeto teve o apoio da Secretaria da Cultura do Estado do Ceará (Secult).

 

class=Rio Araguaia, nasce no Cerrado e corre como sangue nas veias do meu coração. Suave melodia do vento conta nossa história de amor. Na minha angústia, mergulhei em tuas águas. Senti teu clamor.

class=A Funai lançou um edital de processo seletivo para que sejam preenchidas vagas e também formar cadastro reserva para quem deseja trabalhar com estágio remunerado em suas unidades.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05