Nota de Repúdio

notarepudio2A Funai vem a público manifestar sua enorme consternação e revolta pelo assassinato brutal perpetrado contra o indígena Kaingang Vitor Pinto, de apenas dois anos de idade, na cidade de Imbituba, estado de Santa Catarina, na última quarta-feira (30).

Ao mesmo tempo, externa sua solidariedade aos pais do menino, Sônia da Silva e Arcelino Vara Pinto, bem como à comunidade da Aldeia Condá, onde ele vivia. Exorta, ainda, à Polícia Civil do Estado de Santa Catarina para que envide todos os esforços e meios necessários para o elucidamento do fato ocorrido, de modo a se fazer justiça contra tão odioso crime. Informa, ainda, que já  está acionando a Polícia Federal para acompanhar o caso.

Destaques

class=Cinco comunidades indígenas dos Povos Paumari e Apurinã participaram da 5ª edição do Projeto de Ampliação do Vocabulário Através do Diálogo para Fortalecer a Língua Paumari (Vara Akhanina Vani Aabono Anadanova Ariathi...

class=Em conjunto com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), a Funai planeja ações para acolhimento das famílias indígenas que anualmente se deslocam para Atalaia do Norte (AM). O intuito é criar uma força-tarefa junto aos órgãos públicos locais para que essas pessoas não fiquem em situação de vulnerabilidade no porto da cidade.

 

class=

Em busca de alternativas de geração de renda para as terras indígenas Bacurizinho, Arariboia e Cana Brava, no Maranhão, o cacique Raimundo Guajajara, presidente da Cooperativa Kopyhar, esteve na sede da Funai, em Brasília,...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05