Nota de Repúdio

notarepudio2A Funai vem a público manifestar sua enorme consternação e revolta pelo assassinato brutal perpetrado contra o indígena Kaingang Vitor Pinto, de apenas dois anos de idade, na cidade de Imbituba, estado de Santa Catarina, na última quarta-feira (30).

Ao mesmo tempo, externa sua solidariedade aos pais do menino, Sônia da Silva e Arcelino Vara Pinto, bem como à comunidade da Aldeia Condá, onde ele vivia. Exorta, ainda, à Polícia Civil do Estado de Santa Catarina para que envide todos os esforços e meios necessários para o elucidamento do fato ocorrido, de modo a se fazer justiça contra tão odioso crime. Informa, ainda, que já  está acionando a Polícia Federal para acompanhar o caso.

Destaques

class=O Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário está promovendo uma consulta pública sobre as Orientações Técnicas do Trabalho Social com Famílias Indígenas, material que sintetiza os esforços interinstitucionais em...

class=O novo presidente da Funai foi empossado pelo ministro da Justiça e Cidadania, Alexandre de Moraes, na tarde de ontem (16). Ainda ontem, o presidente deu posse ao novo diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável do...

class=Todo documento produzido no âmbito das atividades da sede da Funai e do Museu do Índio, a partir de agora, será editado, assinado, tramitado e arquivado digitalmente por meio do SEI-Funai. A portaria da Funai nº 981/Pres, de...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05