Nota de Repúdio

notarepudio2A Funai vem a público manifestar sua enorme consternação e revolta pelo assassinato brutal perpetrado contra o indígena Kaingang Vitor Pinto, de apenas dois anos de idade, na cidade de Imbituba, estado de Santa Catarina, na última quarta-feira (30).

Ao mesmo tempo, externa sua solidariedade aos pais do menino, Sônia da Silva e Arcelino Vara Pinto, bem como à comunidade da Aldeia Condá, onde ele vivia. Exorta, ainda, à Polícia Civil do Estado de Santa Catarina para que envide todos os esforços e meios necessários para o elucidamento do fato ocorrido, de modo a se fazer justiça contra tão odioso crime. Informa, ainda, que já  está acionando a Polícia Federal para acompanhar o caso.

Destaques

class=A Assessoria de Comunicação da Fundação Nacional do Índio informa que corre em todos os e-mails institucionais dos servidores uma mensagem que anexa um arquivo de vírus com informações caluniosas contra o presidente desta...

class=O presidente da Funai, Antônio Costa, participou nessa segunda-feira (24) da 6ª Câmara de Coordenação e Revisão das Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais, na Procuradoria Geral da República. Entre os temas...

class=

Os caciques Raoni Metuktire e Megaron Txucurramãe visitaram a sede da Funai em Brasília nesta segunda-feira em apoio ao presidente Antônio Costa: "Eu mesmo quis vir aqui dar força para o presidente", disse Raoni no encontro.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05