Mensagem do Presidente

A Fundação Nacional do Índio informa que, em razão do cumprimento do Decreto 9.010, publicado no Diário Oficial da União na última sexta-feira, 24 de março, que extingue 87 cargos comissionados do Poder Executivo, a instituição será obrigada a cumprir a determinação que prevê o corte de 51 Coordenações Técnicas Locais. As coordenações afetadas serão anunciadas após a publicação do documento.

 

 

A FUNAI lamenta os cortes e trabalhará para que o impacto da medida não desqualifique o trabalho que vem sendo desenvolvido em prol das comunidades indígenas e de suas 305 etnias existentes no Brasil.

 

A instituição informa ainda que está sendo realizado um alto estudo entre as diretorias para equacionar as perdas e solucionar as consequências dos danos em todas as regiões. Esses remanejamentos têm por objetivo criar uma estrutura sólida e eficiente na prestação de serviço das coordenações regionais.

 

Com isso, a presidência da FUNAI espera dirimir quaisquer comentários ou informações inverídicas que estejam sendo compartilhadas nas redes sociais ou internamente. Tais informações são irresponsáveis e tem por objetivo enfraquecer a instituição, fragilizar seu corpo funcional e não contribuem para a continuidade do trabalho e preservação dos povos indígenas.

 

A FUNAI está trabalhando com afinco e transparência para o fortalecimento do órgão junto ao Governo Federal e lutará para que todas as comunidades indígenas sejam preservadas e atendidas com êxito e celeridade.

 

Antônio Costa

Presidente da FUNAI

Destaques

class=

Na última quarta-feira (11), o Presidente da Funai, Marcelo Xavier, junto com seu corpo técnico e representantes da Casa Civil, dos Ministério de Minas e Energia e Ministério da Justiça, realizou uma visita à Terra...

class=Finaliza hoje (13) uma grande operação conjunta para desmobilização de garimpo ilegal próximo a índios isolados na Terra Indígena (TI) Vale do Javari, no extremo oeste do estado do Amazonas, zona fronteiriça com o Peru.

class=Agricultores do povo Xavante tiveram a oportunidade de participar do Curso de Implantação, Planejamento e Manejo Agroecológico de Sistemas Agroflorestais, em Mato Grosso, no final de agosto. O curso oferecido pelo Núcleo de Estudo em Agroecologia do Vale do Araguaia, do campus de Barra do Garças do Instituto Federal de Mato Grosso (NEA-VA/IFMT), com assessoria pedagógica do Instituto Flor de Ibez, priorizou atividades práticas para trazer os conceitos, princípios e técnicas ligados aos sistemas agroflorestais inspirados na sucessão natural.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05