Seminário “Boas-Vindas à CGLIC” recebe novos servidores na Funai

cglicComeçou hoje pela manhã o seminário "Boas-vindas à CGLic", realizado na sede da Funai, em Brasília. Durante a abertura do evento, o presidente da Funai, Franklimberg Ribeiro de Freitas, desejou aos novos servidores e servidoras sucesso no exercício das funções e destacou "a alegria de tê-los aqui para nos ajudar na condução dos processos [de licenciamento ambiental].

É extremamente importante a presença de vocês", disse o presidente.

 

O Diretor de Promoção ao Desenvolvimento Sustentável, Rodrigo Paranhos Faleiro, lembrou a importância histórica do profissional indigenista e conclamou os novos servidores a serem os diplomatas na mediação dos direitos dos povos indígenas. "Vocês têm uma oportunidade profissional de interação muito efetiva com os povos indígenas no sentido de intermediar o diálogo", afirmou Paranhos.

 

Para a indigenista especializada, Liliana Souza, é um projeto de vida fazer parte da Funai. "Trabalhar com a promoção e a proteção dos direitos indígenas é uma grande responsabilidade. Espero poder colaborar com a política indigenista e realmente contribuir para o fortalecimento dos direitos da população indígena", disse Liliana.

 

Atividades


A extensa programação do seminário segue até o dia 23, sexta-feira. As palestras abordam importantes temas como:

▪ "O indigenismo oficial - desafios e práticas indigenistas-passado, presente e futuro", palestra da tarde de hoje – dia 19;

▪ Treinamento do Sistema Eletrônico de Informações (SEi), dia 20;

▪ "Terras Indígenas - direito e regularização fundiária: novos desafios", painel da manhã do dia 21;

▪ "Gestão ambiental, PNGATI: desafios pós regularização fundiária" – no dia 21 à tarde;

▪ Painel "O licenciamento, a legislação ambiental brasileira e o papel da Funai", na manhã do dia 22;

▪ "Estudo de Caso - UHE Belo Monte", à tarde no dia 22;

▪ "Povos isolados e de recente contato", painel da manhã do dia 23.

▪ Já na tarde do dia 23 será realizado um mini planejamento com a definição dos pontos prioritários da CGLic.

 

Cristóvão Soares

Dages/Funai

Destaques

class=

 

A Terra Indígena (TI) Kaxuyana/Tunayana é de posse permanente dos povos originários. A portaria publicada pelo Ministério da Justiça na última quinta-feira (20) declara posse permanente da área, localizada entre o estados do Pará e Amazonas, aos povos Kaxuyana, Tunayana, Kahyana, Katuena, Mawayana, Tikiyana, Xereu-Hixkarayana, Xereu-Katuena e três grupos de indígenas isolados que vivem na região.

class=Ocorreu, nesta segunda (17) e terça-feira (18), no Palácio do Itamaraty em Brasília/DF, o Seminário Internacional sobre Metodologias e Instrumentos de Mensuração da Cooperação Internacional, organizado pela Agência...

Posto Ikpeng - Foto: Mário Vilelaclass=Começou ontem (17), na Sede da Funai, em Brasília, a I Oficina sobre o Papel da Funai na Saúde dos Povos Indígenas, que tem como prioridade a elaboração de uma Instrução Normativa (IN) sobre o tema.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05