Funai comemora empoderamento das mulheres indígenas e inovação com coordenação específica de gênero

A I Oficina de Formação e Informação de Mulheres Indígenas do Espaço Nacional de Diálogo de Mulheres Indígenas foi realizada em 2014, em Brasília e tinha como intuito formar e informar as mulheres, que integram a Comissão Articuladora do Espaço Nacional de Diálogo de Mulheres Indígenas, contribuindo na articulação e qualificação da participação das mulheres e das suas organizações em espaços de formulação, implementação e monitoramento de políticas públicas.

 

À época, participaram mulheres indígenas dos povos Tenharim, Wapichana, Arapasso, Guarani Kaiowá, Rikbatsa, Kaingang, Fulni-ô e Pitaguary. Agora, a Cogen retoma o espaço no intuito ampliar o diálogo e refletir sobre questões voltadas às causas indígenas e dar prosseguimento às decisões tomadas no encontro anterior.

 

 

 

Kézia Abiorana

Ascom/Funai

 

Contribuição: Cogen/Funai

Destaques

class=

 

A Terra Indígena (TI) Kaxuyana/Tunayana é de posse permanente dos povos originários. A portaria publicada pelo Ministério da Justiça na última quinta-feira (20) declara posse permanente da área, localizada entre o estados do Pará e Amazonas, aos povos Kaxuyana, Tunayana, Kahyana, Katuena, Mawayana, Tikiyana, Xereu-Hixkarayana, Xereu-Katuena e três grupos de indígenas isolados que vivem na região.

class=Ocorreu, nesta segunda (17) e terça-feira (18), no Palácio do Itamaraty em Brasília/DF, o Seminário Internacional sobre Metodologias e Instrumentos de Mensuração da Cooperação Internacional, organizado pela Agência...

Posto Ikpeng - Foto: Mário Vilelaclass=Começou ontem (17), na Sede da Funai, em Brasília, a I Oficina sobre o Papel da Funai na Saúde dos Povos Indígenas, que tem como prioridade a elaboração de uma Instrução Normativa (IN) sobre o tema.

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05