Abril indígena terá atrações no Palácio da Justiça

abrilindigena 13042018Entre os dias 16 e 25 de abril, o Ministério da Justiça e a Funai trazem uma programação especial que poderá ser vista no edifício sede da pasta, na Esplanada dos Ministérios. As atrações terão início na segunda-feira (16) no Palácio da Justiça às 10h com a presença do ministro da Justiça, Torquato Jardim.

 

 

O maestro violinista indígena Robson Miguel executará o hino nacional cantado na língua guarani. O fotógrafo Sebastião Salgado, reconhecido pelo trabalho artístico com diversos povos, entregará ao ministro da Justiça uma foto que vai compor a exposição no Palácio. Haverá também apresentações de canto e dança, mostra de artesanato indígena, exposição de fotos e projeção de vídeos sobre a temática.

 

Visitas de alunos fazem parte da programação da semana, que terá continuidade na Funai até o dia 25 de abril. A ideia é mostrar a realidade dos indígenas e desconstruir preconceitos.

 

Serviço: Abertura da Semana do Índio

Dia: 16 de abril, segunda-feira

Horário: a partir das 10h

Local: Salão Negro do Ministério da Justiça

 

A programação se estende até o dia 25 de abril.

 

 

 

Fonte: Ministério da Justiça

Destaques

class=Nesta terça-feira (24), os impactos da Ferrovia EF 170 (Ferrogrão) foram discutidos em audiência de caráter interativo na Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável da Câmara dos Deputados.

class=Wallace Moreira Bastos, administrador com especialização em mediação, foi nomeado nesta terça (24) para o cargo de Presidente da Fundação Nacional do Índio. Bastos é subsecretário de Assuntos Administrativos do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Também atuou como membro do Conselho de Administração da Companhia Docas do Maranhão (CODOMAR). Atuou ainda na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), onde foi analista administrativo.

 

Informações: Ministério da Justiça

class=Hoje é dia de celebrar a importância cultural da herança indígena para o povo brasileiro. Esta contribuição se faz presente desde o hábito do banho diário até a nossa cultura alimentar. Aspectos tão simples que podem passar despercebidos no dia a dia, mas que atestam a presença indígena como fator determinante para nossa formação social, e que fazem parte da identidade do povo brasileiro: essa mistura de índios, brancos, negros e mestiços. Tal diversidade formadora do país é composta também pela diversidade da cultura indígena espalhada em 305 diferentes etnias e suas mais de 270 línguas.

 

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05