Comunidade Tapuya Kariri recebe nova sede da escola indígena em São Benedito

escoals1O Governo do Ceará inaugurou na manhã da última quinta-feira (7), no município de São Benedito, na Serra da Ibiapaba, a nova sede da Escola Indígena Francisco Gonçalves de Sousa, equipamento que vai atender cerca de 300 estudantes da comunidade indígena Tapuya Kariri.

 

 

Sonho antigo da comunidade de pouco mais de 1.000 habitantes, a escola vai transformar a realidade local. Neguinho Tapuya Cariri, de 50 anos, lamenta o fato de não ter frequentado a escola na infância. Ele conta que o pouco que aprendeu foi com o próprio pai, e só conheceu a sala de aula na adolescência, e mesmo assim, na cidade que fica a 20 quilômetros da tribo. " A nova geração de nossa tribo não vai sofrer os problemas que sofremos no passado. Com essa escola, nossos filhos vão aprender e ter um futuro bem diferente, é um sonho realizado", celebrou.

 

Para a cacique Andréa Rufino, a escola vai revitalizar e fortalecer a luta do povo Tapuya Kariri pelos seus direitos. "Agora temos uma grande estrutura, a visão da importância da escola indígena ganha força dentro e principalmente fora da comunidade, para nós é uma vitória", comemorou.

 

escolas2

 

Escolas indígenas

 

 

A Educação Escolar indígena é uma modalidade da educação básica que visa à recuperação de memórias históricas, reafirmação de identidades étnicas, valorização de línguas e ciências, além de garantir acesso às informações, conhecimentos técnicos e científicos da sociedade nacional e demais sociedades indígenas.

 

A Secretaria da Educação (Seduc), por meio da Coordenadoria da Diversidade e Inclusão Educacional/Educação Escolar Indígena, desenvolve ações de apoio à implementação da educação escolar para as diversas etnias presentes no Estado, contribuindo para a afirmação dos povos do Ceará como sujeitos de direito.

 

A rede de escolas indígenas conta com 38 unidades estaduais, pertencentes a 14 etnias, distribuídas em 16 municípios. Em 2018, essas escolas têm 6.899 alunos matriculados, ofertando da educação infantil ao ensino médio regular e a modalidade de educação de jovens e adultos (EJA).

 

 

 

Fonte: Portal do Governo do Estado do Ceará  (com alterações)

Destaques

class=

 

Há menos de 20 dias do início de 2019 e algumas instituições de ensino superior do país já estão envolvidas em diferentes fases dos processos seletivos específicos para admissão de alunos indígenas. Encerram hoje (18) as inscrições para o Vestibular 2019 do curso de Licenciatura Intercultural Indígena - Teko Arandu da Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD).

class=

 

Nomeado pelo Diário Oficial da União (DOU) nessa quarta-feira (16), o presidente da Fundação Nacional do Índio, Franklimberg de Freitas, tomou posse hoje (17) no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. A ministra Damares Alves fez questão de ressaltar que a nomeação de Freitas não se deve a nenhuma indicação política, mas ao seu perfil técnico e sua paixão pela causa indígena.

class=O general do Exército Brasileiro Franklimberg de Freitas reassumiu a presidência da Fundação Nacional do Índio nessa quarta-feira (16). A nomeação foi publicada na edição extra do Diário Oficial da União (DOU). Freitas, que toma posse hoje, pediu exoneração do cargo em abril de 2018, após presidir o órgão por quase um ano.(Acompanhe aqui parte do trabalho desenvolvido por ele durante o período em que presidiu a Funai).

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05