Polícia Federal e Funai se unem em ação de combate ao garimpo ilegal na Terra Indígena Apyterewa

Apreensao balsaEm parceria com a Funai, a Polícia Federal realizou, na última segunda-feira (11),  uma diligência junto às comunidades Parakanã das aldeias Raio de Sol e Xahytata, na Terra Indígena (TI) Apyterewa/PA. O objetivo foi colher informações que possam auxiliar no combate ao garimpo ilegal na região.

 

Recebidos pelas lideranças indígenas e com acompanhamento técnico da Funai, os agentes policiais recolheram depoimentos nas aldeias e registraram a retenção de equipamentos relacionados à atividade ilícita garimpeira na TI. O material havia sido apreendido pelos próprios indígenas, no começo do mês, devido constatação de extração ilegal em seu território.

 

A Polícia Federal lavrou os termos de apreensão e de Fiel Depositário fazendo a destinação do equipamento. No total, foram registrados uma balsa garimpeira, dois motores, esteira e compressor de ar usado em garimpagem por mergulho.

A exploração de minérios na região tem sido cada vez mais preocupante devido, principalmente, à poluição das águas e o assoreamento do rio São Sebastião, muito usado pelas comunidades indígenas para pesca, banho, no processo de fabricação da farinha de mandioca e, em alguns casos, até para ingestão. 


equipamentos

O apoio técnico e logístico da Funai à atividade da Polícia Federal na última segunda-feira faz parte das ações de monitoramento territorial e ambiental deflagradas pela Diretoria de Proteção Territorial (DPT) no intuito de identificar e prevenir atividades ilícitas em território indígena.

De acordo com João Loureiro, diretor da DPT, o monitoramento e proteção das áreas é uma das ações prioritárias da atual gestão. "Os esforços da nossa equipe estão ainda maiores. A Funai, que sempre desenvolveu e supervisionou ações de informação territorial, prevenção de ilícitos e fiscalização, por meio da Coordenação-Geral de Monitoramento Territorial, está se dedicando com muito mais afinco para que as parcerias institucionais, imprescindíveis para a proteção do território, se intensifiquem", declarou Loureiro. 


Kézia Abiorana
Assessoria de Comunicação/Funai 

Destaques

class=O turismo é um setor da economia com muitas especificidades. Para se tornar uma atividade exitosa, na maior parte das vezes, depende da história, cultura e tradição de cada povo. As narrativas e peculiaridades de uma...

predio.jpgA nomeação de Rogério Guimarães para atuar na Diretoria de Administração e Gestão (DAGES), na última quinta-feira (14), completa a formação da nova equipe de diretores da Funai. Indicados pelo presidente Franklimberg de...

class=Começa hoje (20), no Rio de Janeiro, o Seminário Internacional sobre Atuação Indígena em Pesquisas Colaborativas e Valorização de Conhecimentos, uma co-produção da People's Palace Project e da Associação Indígena Kuikuro do Alto Xingu (AIKAX) com apoio da Funai, via Museu do Índio, Queen Mary University of London e Fundação Planetário do Rio. Pesquisadores indígenas e não indígenas de dez países se reúnem entre os dias 20 e 22 de março para discutirem questões como o papel da academia na construção de narrativas que considerem saberes e costumes de povos tradicionais, criação de abordagens que incluam e respeitem os povos ancestrais e outros assuntos. 

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05