Parceria objetiva qualificar 70 indígenas no Mato Grosso

reuniaocuiabaNo último dia 7, uma reunião realizada na Coordenação Regional de Cuiabá estabeleceu uma parceria institucional entre Funai e Instituto Federal do Mato Grosso. A premissa do encontro foi a realização de um Projeto de Formação de Agentes Administrativos e Gerencial de indígenas dos Povos Haliti Paresi, Manoky e Nambikwara. O projeto terá aulas presenciais nos campus do IFMT nos municípios de Tangará da Serra e Campo Novo dos Parecis em caráter modular, além de etapas intermediárias nas aldeias e organizações indígenas.


Uma das temáticas do curso está voltada ao associativismo, no intuito de atender um melhor gerenciamento das associações indígenas e ações sociais mais planejadas. Por sua vez, o ensino de práticas de cooperativismo objetiva a gestão eficaz das cooperativas indígenas e das atividades agrícolas. Já o aprendizado de gestão comunitária auxiliará as comunidades no sentido de estabelecer uma melhor gestão dos seus recursos financeiros, materiais e patrimoniais, com ênfase em investimentos econômicos sustentáveis.

 

A previsão de execução do projeto é para o segundo semestre de 2019, de junho a dezembro. A expectativa é de que sejam contemplados cerca de 70 indígenas, sendo 35 em cada Campus. "Dada a complexidade e custos para a implementação de políticas públicas em comunidades indígenas, as parcerias são fundamentais para o sucesso dessas iniciativas", enalteceu o coordenador regional da Funai em Cuiabá, Benedito Garcia.

 

Assessoria de Comunicação

Destaques

class=O turismo é um setor da economia com muitas especificidades. Para se tornar uma atividade exitosa, na maior parte das vezes, depende da história, cultura e tradição de cada povo. As narrativas e peculiaridades de uma...

predio.jpgA nomeação de Rogério Guimarães para atuar na Diretoria de Administração e Gestão (DAGES), na última quinta-feira (14), completa a formação da nova equipe de diretores da Funai. Indicados pelo presidente Franklimberg de...

class=Começa hoje (20), no Rio de Janeiro, o Seminário Internacional sobre Atuação Indígena em Pesquisas Colaborativas e Valorização de Conhecimentos, uma co-produção da People's Palace Project e da Associação Indígena Kuikuro do Alto Xingu (AIKAX) com apoio da Funai, via Museu do Índio, Queen Mary University of London e Fundação Planetário do Rio. Pesquisadores indígenas e não indígenas de dez países se reúnem entre os dias 20 e 22 de março para discutirem questões como o papel da academia na construção de narrativas que considerem saberes e costumes de povos tradicionais, criação de abordagens que incluam e respeitem os povos ancestrais e outros assuntos. 

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05