Presidente Marcelo Xavier estreita relações com os Waimiri Atroari em visita a terra indígena

Visita Waimiri capa

Na última quarta-feira (11), o Presidente da Funai, Marcelo Xavier, junto com seu corpo técnico e representantes da Casa Civil, dos Ministério de Minas e Energia e Ministério da Justiça, realizou uma visita à Terra Indígena (TI) Waimiri Atroari, localizada na divisa entre os estados do Amazonas e Roraima.

 

Xavier conheceu as instalações da Frente de Proteção Etnoambiental Waimiri Atroari, os servidores da Funai lotados na FPE e parabenizou a todos pelo trabalho e organização. Ao chegar na aldeia, foi recebido com muita festa pelos indígenas.

Visita Waimiri 2Durante a visita, Xavier conheceu a comunidade indígena e o Programa Waimiri Atroari (PWA), uma parceria entre a Funai e a Eletronorte, criado em 1988, que possibilitou que a comunidade tivesse acesso a vários serviços sociais. Além disso, os indígenas recebem alfabetização na língua materna; cursos de capacitação e formação de professores indígenas; repasse de conhecimento tecnológico; cursos de edição de vídeo, corte e costura, antropologia e português; criação de aves, ovinos, caprinos, bovinos e piscicultura; comercialização do artesanato Wamiri Atroari; energia solar em todas as aldeias e controle de doenças, como a vacinação de 100% da população.

No decorrer da Assembleia, com cerca de 50 lideranças das 56 aldeias existentes, foi apresentado pelo Cacique Mário Parwe um histórico do povo Waimiri Atroari e seu processo de contato com a sociedade brasileira. Além disso, os advogados dos indígenas fizeram um relato de todos os processos existentes relativos à Terra Indígena.

Visita Waimiri 3

Como resultado principal da visita, o Presidente teve a oportunidade de estabelecer uma relação mais estreita com a comunidade Waimiri Atroari no tratamento e condução de assuntos do interesse comum, reafirmando os compromissos já estabelecidos por gestões anteriores.

Xavier respondeu a todas as perguntas e reafirmou o compromisso de levar adiante o licenciamento ambiental da Linha de Transmissão Manaus-Boa Vista, respeitando o protocolo de consulta elaborado pelos indígenas e aguardando o tempo necessário para a análise do PBAI (Plano Básico Ambiental Indígena), que foi traduzido para a língua indígena, de forma que os representantes Waimiri Atroari possam analisá-lo com calma.

Visita Satere e Tikuna

Com a entrega do PBA devidamente lido pelos indígenas, o processo de licenciamento terá prosseguimento com novas etapas, que deverão culminar com a manifestação final dos indígenas sobre as medidas propostas de compensação e mitigação presentes nesse documento e, por fim, será agendada uma nova visita do Presidente e demais representantes à aldeia para ouvir as manifestações dos indígenas.

Após a visita aos Waimiri Atroari, antes de retornar a Brasília, o Presidente visitou as comunidades Sateré-Mawé e Tikuna, próximas de Manaus. Foi recebido com muita alegria pelos indígenas e assistiu a uma apresentação do Hino Nacional Brasileiro cantado na Língua Tikuna.


Assessoria de Comunicação/Funai 

Destaques

class=

Um lugar onde se planta e colhe frutos - um pomar. Em língua xavante, Abahi Tebrezê é o nome do projeto abraçado há dois anos pelas mulheres indígenas Xavante, da Terra Indígena (TI) Pimentel Barbosa, MT. Trata-se de uma ação de resgate do conhecimento tradicional, a partir da revitalização do cultivo de batatas nativas. A ideia é, a longo prazo, amenizar - e até reverter - efeitos negativos das mudanças nos hábitos alimentares e a sedentarização causada pela introdução de alimentação industrializada na comunidade.

 

class=

O Conselho de Gestão do Patrimônio Genético (CGen) deu ganho de causa ao povo Ashaninka no julgamento de um ato de infração da empresa Tawaya por usar indevidamente o conhecimento tradicional dos indígenas na fabricação...

class=Financiado com recursos do Banco Mundial, o Projeto de Desenvolvimento Rural Sustentável - Microbacias II distribuiu R$ 1,2 milhão para atividades produtivas em dez aldeias da Baixada Santista nos últimos quatro anos. O...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05