Nota à imprensa

logoEm razão dos homicídios dos indígenas Joab Marins da Cruz, Francisco Cardoso da Cruz e Marcos Marins da Cruz, ocorridos no último final de semana, no município de Coari, Amazonas, a Funai esclarece que os autores já foram identificados e que confessaram o ato. Eles encontram-se detidos na delegacia da cidade, que fica a cerca de 400 km de barco de Manaus.


Ao que se sabe trata-se de um conflito interno da comunidade. Lembramos que este órgão já está providenciando o deslocamento de servidores da Coordenação Regional de Manaus, bem como de representante da Procuradoria Federal Especializada, àquela localidade a fim de auxiliar na mediação da situação, juntamente com as autoridades competentes.


Assessoria de Comunicação Social / Funai

Destaques

class=Cinco comunidades indígenas dos Povos Paumari e Apurinã participaram da 5ª edição do Projeto de Ampliação do Vocabulário Através do Diálogo para Fortalecer a Língua Paumari (Vara Akhanina Vani Aabono Anadanova Ariathi...

class=Em conjunto com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai) e o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH), a Funai planeja ações para acolhimento das famílias indígenas que anualmente se deslocam para Atalaia do Norte (AM). O intuito é criar uma força-tarefa junto aos órgãos públicos locais para que essas pessoas não fiquem em situação de vulnerabilidade no porto da cidade.

 

class=

Em busca de alternativas de geração de renda para as terras indígenas Bacurizinho, Arariboia e Cana Brava, no Maranhão, o cacique Raimundo Guajajara, presidente da Cooperativa Kopyhar, esteve na sede da Funai, em Brasília,...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05