Com recursos do MMFDH, comunidades indígenas do Amazonas recebem mais de 60 mil cestas de alimentos

medio d edComunidades indígenas do estado do Amazonas começaram a receber mais de 60 mil cestas básicas por meio de ação emergencial a populações vulneráveis durante a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), realizada pelo Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH). 

 

medio c edA montagem das cestas é feita pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Em seguida, serão entregues à Fundação Nacional do Índio, entidade responsável pela distribuição.

A ação beneficiará cerca de 30 mil famílias amazonenses de 32 municípios localizados nas regiões de Alto Solimões, Manaus, Rio Negro, Vale do Javari e do Médio Purus. Ao todo, serão doados mais de 1,3 milhão de quilos de produtos no Amazonas. Cada cesta é composta, entre outros alimentos, por arroz, leite em pó, macarrão, açúcar, óleo e farinha de mandioca.

 

Balanço

Em maio, foram entregues cerca de 43,4 mil cestas básicas. Foram beneficiadas comunidades indígenas e tradicionais localizadas nos estados de Minas Gerais (8 mil), Rio Grande do Sul (9 mil), Paraíba (4,1 mil), Pernambuco (2,8 mil), Bahia (10,5 mil), Alagoas (400), Maranhão (270), Mato Grosso (7,8 mil), Rio Grande do Norte (179) e Santa Catarina (210).

medio a edNos próximos dias, mais de 36 mil cestas serão distribuídas. No total, a ação prevê a distribuição de 323 mil cestas de alimento ao longo dos próximos meses.

A medida beneficiará cerca de 154 mil famílias em mais de três mil comunidades indígenas espalhadas pelo país e tem o objetivo de assegurar que os índios não precisem sair das aldeias em busca de alimentos.

De acordo com a ministra Damares Alves, o Governo Federal tem somado esforços para combater os efeitos da pandemia. "Esse trabalho conjunto é fundamental para que a gente atenda da melhor forma possível as nossas comunidades indígenas e povos tradicionais. Unidos, não vamos deixar ninguém para trás", ressaltou.

Operação

Os alimentos foram adquiridos pela Conab com R$ 45 milhões repassados pelo MMFDH. A distribuição em todo o país mobilizará 39 Coordenações Regionais da Funai, 240 Coordenações Técnicas Locais, 11 Frentes de Proteção Etnoambiental e 20 Bases de Proteção Etnoambiental.

A iniciativa conta com suporte logístico do Ministério da Defesa. A Sesai é responsável pelo cumprimento dos protocolos sanitários, o que inclui a higienização dos itens. Essas ações fazem parte do Plano de Contingência do Governo Federal. A previsão é destinar R$ 4,7 bilhões em políticas de proteção a comunidades indígenas e povos tradicionais contra a Covid-19.



Assessoria de Comunicação / MMFDH

Destaques

class=Uma série de melhorias implementadas pela Fundação Nacional do Índio (Funai) nos últimos 12 meses resultou em avanços nos processos de gestão. Entre os destaques, está o retorno de um total de R$ 843.076,42 aos cofres da...

class=A equipe de 24 profissionais de saúde das Forças Armadas encerrou na quinta-feira (30) os atendimentos médicos no Polo Base Campinápolis, estado de Mato Grosso, onde foram atendidos indígenas Xavante, moradores das aldeias...

class=Mais de 365 mil cestas de alimentos já foram entregues pela Fundação Nacional do Índio (Funai) a famílias indígenas em situação de vulnerabilidade social em todo o país. O intuito é garantir a segurança alimentar das...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05