Governo federal envia reforço para enfrentamento do coronavírus em Terras Indígenas do MT

defesa0Com o apoio da Fundação Nacional do Índio (Funai), mais uma ação da Operação Covid-19 vai reforçar o combate à pandemia em área indígena. Desta vez, os Ministérios da Saúde e da Defesa enviam suprimentos médicos e assistência de saúde para as Terras Indígenas Xavante, no Mato Grosso. A missão será dividida em três fases durante o período de 27 de julho a 16 de agosto.

  

A primeira fase começou nesta segunda-feira (27) e vai até sábado (1). A estimativa é atender cerca de 9 mil indígenas da etnia Xavante, que vivem nas aldeias localizadas no entorno dos Polos Bases de São Marcos e Campinápolis. Os Polos fazem parte do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) Xavante, situado em Barra do Garças (MT).

 

Pela Funai, participa da iniciativa o coordenador-geral de Promoção à Cidadania, Joany Arantes. A fundação já vinha monitorando os serviços de atenção à saúde na região, em constante diálogo com a Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). "Ainda em junho, a Funai solicitou reforço do atendimento de saúde aos indígenas e ampliação das medidas de combate à covid-19 por parte das autoridades sanitárias", comentou Joany. Veja aqui outras ações já realizadas pela Funai junto ao povo Xavante.

 

O Ministério da Saúde está enviando 2,8 toneladas de medicamentos, testes rápidos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI) como touca, luvas, aventais hospitalares e máscaras para abastecer a primeira fase da missão e os Polos Bases do Distrito.

 

O Ministério da Defesa é responsável pelo transporte e logística da missão e levará 24 profissionais de saúde das Forças Armadas, sendo médicos clínicos gerais, ginecologistas, infectologista, pediatras, enfermeiros e técnicos de enfermagem. Eles reforçarão, durante a ação, o atendimento médico local realizado pelas Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena (EMSI) do DSEI Xavante.

 

O atendimento médico especializado desta ação evita a remoção de pacientes para a rede hospitalar municipal. Já a realização dos testes rápidos ajudará no diagnóstico da infecção causada pelo novo coronavírus nas Terras Indígenas da etnia Xavante. Os indígenas receberão tratamento para os sintomas leves da covid-19 e orientação sobre isolamento social e uso de EPI para enfrentamento da pandemia.

 

As próximas etapas da missão estão previstas para acontecer de 3 a 9 de agosto na área do Polo Base Sangradouro e de 10 a 16 de agosto no Polo Base Marãiwatséde do DSEI Xavante.

 

defesa

  

Com informações dos Ministérios da Saúde e da Defesa

Destaques

class=O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Xavier, recebeu nesta quarta-feira (23), em Brasília, uma comitiva de lideranças indígenas das etnias Paresi, Nambikwara e Manoki, de Mato Grosso, e Macuxi, de...

class=O Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF5) decidiu favoravelmente à apelação da Fundação Nacional do Índio (Funai) em processo judicial no Rio Grande do Norte (RN), julgando improcedente medida formulada pelo...

class=Na 14ª Primavera de Museus, entre 21 e 27 de setembro, o Museu do Índio/Fundação Nacional do Índio (Funai) traz ao público relatos de parceiros indígenas no período de pandemia. O intuito é mostrar como os artistas e...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05