Indígenas do Rio Negro lançam selo para produtos artesanais

DSC00312A Casa de Produtos Indígenas do Rio Negro - Wariró, loja de artesanato da Federação das Organizações Indígenas do Rio Negro (FOIRN), lançou, na manhã desta quarta-feira (15), um selo de certificação para comercialização dos artefatos indígenas. A cerimônia de lançamento foi realizada na sede da FOIRN, em São Gabriel da Cachoeira – AM. A concepção do selo está relacionada com o movimento de valorização dos produtos indígenas promovido pela Wariró, que facilita a busca de mercado para as comunidades que vivem nas aldeias.

Leia mais...

Funai e Ministérios avaliam Território da Cidadania Indígena do Rio Negro

DSC00292Em missão de reconhecimento das reais necessidades da população, agentes dos Ministérios de Minas e Energia, da Saúde, do Desenvolvimento Agrário e da Funai realizaram visita técnica às comunidades indígenas do Alto Rio Negro, na tarde desta terça-feira (14). Os representantes do Governo foram acompanhados por um membro indígena do Colegiado Territorial do Território da Cidadania Indígena do Rio Negro – AM, que abrange uma área de quase 296 mil Km² e é composto pelos municípios de Barcelos, Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira. A população total do território é de 79.435 habitantes e nele estão inseridas 11 terras indígenas.

Leia mais...


Pontos de Cultura atenderão 150 comunidades indígenas até 2010

Abril Indigena 12Como forma de garantir a documentação, divulgação e a valorização da diversidade cultural brasileira a Fundação Nacional do Índio e o Ministério da Cultura anunciaram, ontem (16), no Memorial dos Povos Indígenas, em Brasília, a implantação 150 Pontos de Cultura Indígenas. Na primeira etapa serão beneficiadas 30 comunidades indígenas da região amazônica e prevê o investimento de R$ 6,4 milhões em cinco estados: Acre, Amazonas, Mato Grosso Rondônia e Roraima.

Leia mais...

Destaques

class=A Câmara de Populações Indígenas e Comunidades Tradicionais do Ministério Público Federal (6CCR) lança o Manual de Jurisprudência dos Direitos Indígenas. A publicação traz 26 temas de direitos indígenas discutidos a partir de casos concretos, com a compilação das principais decisões de tribunais nacionais e internacionais em cada temática analisada. A obra tem como objetivo subsidiar a atuação de membros do Ministério Público Federal na defesa de direitos dos povos originários, órgãos governamentais e organizações não-governamentais, além de estudantes e pesquisadores.

class=O Conselho Nacional de Assistência Social (CNAS) instituiu grupo de trabalho para discussão de assuntos voltados ao acompanhamento e avaliação da gestão dos recursos, impactos sociais e desempenho das ações da Rede de...

class=Histórias do céu contadas por Zahy e Tatá – ou na versão tupi Ywak Rehe Ma'e Imune'u Haw Zahy-Tatá Wanemimume'e Kwer –, foi recentemente traduzido pelo professor de língua indígena Antônio Gomes Guajajara. A obra foi...

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05