Outras Publicações

 

  

 Capa folheto gestao documentalGestão Documental da Funai

A gestão de documentos tem sido, cada vez mais, percebida como uma importante ferramenta no processo decisório de uma instituição. Isso porque, ao se fazer o gerenciamento adequado dos documentos, facilita-se o acesso às informações, possibilitando a recuperação rápida de dados e conteúdos essenciais à tomada de decisão.

Além disso, vem sendo reconhecido também o valor dos acervos documentais como repositórios da memória institucional. O que, no caso da Funai, é ainda mais relevante, uma vez que está se tratando da memória da política indigenista brasileira e de uma parte muito importante da história dos povos indígenas. Sendo, portanto, a preservação, a conservação e também o acesso e divulgação deste acervo junto ao público fundamental para a garantia de direitos dos povos indígenas e também dos servidores da instituição.

 

 

  

Capa Manual-

Manual de Gestão e Fiscalização de Contratos

Administrativos da FUNAI

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 Capa2014-2Administração e Gestão:

- Estatuto (Decreto nº 7.778, de 27/07/2012)
- Regimento Interno (Portaria nº 1.733/PRES, de 27/12/2012)
- Modelo de Gestão

 

 

 

 

 

 

 

 

belomonteP

UHE Belo Monte e as Comunidades Indígenas - Acompanhamento

Este material foi elaborado para as comunidades indígenas da área de influência da UHE Belo Monte e tem como objetivo garantir que os membros dessas comunidades tenham conhecimento do processo de licenciamento ambiental e das etapas que envolvem a construção da usina. Aqui você vai encontrar informações básicas sobre o empreendimento e as condicionantes do componente indígena no processo de licenciamento.

 

 

 

 

 

Capa

O Brasil Indígena

Encarte 1

Encarte 2

O Censo Demográfico 2010 contabilizou a população indígena com base nas pessoas que se declararam indígenas no quesito cor ou raça e para os residentes em Terras Indígenas que não se declararam, mas se consideraram indígenas. O estdudo revelou que, das 896 mil pessoas que se declaravam ou se consideravam indígenas, 572 mil ou 63,8 %, viviam na área rural e 517 mil, ou 57,5 %, moravam em Terras Indígenas oficialmente reconhecidas.

 

 

 

 

dialogos-interculturais-CAPA

Diálogos interculturais – Povos indígenas, mudanças climáticas e REDD

Apresenta as propostas da Coordenação Geral de Monitoramento Territorial da Fundação Nacional do Índio de conteúdos e métodos a serem contemplados e utilizados em capacitações que abordem, pontual ou complementarmente, o contexto de mudanças climáticas, serviços ambientais e o mecanismo de Redução de Emissões por Degradação e Desmatamento – REDD para povos indígenas.

 

 

  

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05