Educação Comunitária

 

Os Povos Indígenas possuem seus processos educativos próprios, que ocorrem em diferentes espaços e tempos de ensino e aprendizagem, de acordo com as suas culturas e que, portanto, dizem respeito à transmissão de conhecimentos e técnicas, atividades tradicionais, rituais, modos próprios de manejo dos recursos naturais e de gestão do território, produção do artesanato, entre outros conhecimentos próprios.

 

Além de monitorar as políticas voltadas à educação escolar indígena, sob responsabilidade do MEC, dos estados e municípios, a Funai tem como atribuição fomentar e apoiar os processos educativos comunitários indígenas, especialmente aqueles voltados à sustentabilidade socioambiental.

 

Partimos do pressuposto de que Educação não se restringe à Escolarização ou aos demais processos tidos como formais, mas abrange processos diversos de ensino e aprendizagem e socialização dos conhecimentos que são essenciais para a reprodução das culturas, a gestão territorial, a autonomia e a sustentabilidade dos Povos Indígenas. Assim, é papel do Estado conhecer os diferentes processos educativos, apoiá-los e fortalecê-los, respeitando as formas próprias de organização social e as diferentes visões de mundo dos Povos Indígenas.

 

O fomento à Educação Comunitária pela Funai possui um viés transversal que promove a interface com ações de diferentes setores dentro da FUNAI e de instituições que atuam com a questão indígena e cujas políticas demandam uma abordagem educativa, sempre visando o reconhecimento da autonomia dos povos indígenas.

 

No caso dos povos de recente contato, a educação comunitária é desenvolvida dentro dos Programas de Recente Contato, sob coordenação exclusiva da Coordenação Geral de Índios Isolados e Recém Contatados/Funai em razão da especial situação de vulnerabilidade desses povos e da necessidade do Estado reconhecer seus modos de vidas diferenciados.

 

Assim, a educação comunitária se dá por meio de oficinas e outras ações de educação não escolar, trabalhando conteúdos da sociedade nacional como o ensino/aprendizado da língua portuguesa e matemática, na medida que podem ser ferramentas para o tipo de relação que esses povos desejam desenvolver com a sociedade nacional.

 

 

 
 
 

acesso-informacao

banner 02

logo-ouvidoria

banner 04

banner 05